Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
Votação
Qual sua nota para este site?
Ótimo
Bom
Regular
Ruím
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (5010 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...



Últimas  Notícias


 

Seita ou Religião?

 

 


 

Valdir Camilo da Silva, Testemunha de Jeová, palestra sobre "Depressão". Assista aos vídeos:

Vídeo 1


 Vídeo 2

Vídeo 3

Último vídeo



 

Clique

site oficial das Testemunhas de Jeová está de cara nova

Juntamos nossos três sites oficiais num sóLeia mais sobre o novo formato. 


 

 foto

Clique↓
Um novo local para a sede mundial das Testemunhas de Jeová

Desde 1909, a sede está localizada em Brooklyn, Nova York. Por que estamos mudando para o norte do Estado de Nova York?


 

Clique↓

slogan


 

Clique ↓

slogan

 


 

DÚVIDAS?↓

contato

 

 


CLIQUE↓

Bíblia online

 

 


 

CLIQUE↓

ROLOS

 Matéria pronta! Sorriso Clique na imagem!

 


Como anda os Líderes evangélicos? Confira o vídeo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Últimas Notícias

Coréia do Sul

Em 25 de outubro de 2012, o Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas decidiu que a Coreia do Sul tem a obrigação . . .leia mais


 

Siclone

Em dezembro de 2012, o ciclone Evan causou destruição em Fiji e Samoa. Os escritórios das Testemunhas de Jeová nesses países estão coordenando a ajuda humanitária. Leia mais


 

Construções

Na Austrália, as Testemunhas de Jeová foram elogiadas por causa da excelente segurança em suas construções. Saiba mais


 

incêndios

Incêndios na Tasmânia

11 DE JANEIRO DE 2013 | AUSTRÁLIA

Temperaturas altíssimas nunca antes registradas provocaram incêndios na ilha-estado australiana da Tasmânia. Esses incêndios arrasaram o vilarejo de Dunalley . . . Veja mais . . . 


 

deslizamento

Na primeira semana de janeiro, fortes chuvas causaram enchentes e deslizamentos de terra no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, deixando mais de 3 mil desabrigados. As Testemunhas de Jeová relatam que . . . Leia mais

 


 



Total de visitas: 389005
Adventistas - Suas Crênças
Adventistas - Suas Crênças

Sabe-se que nos anos posteriores do falecimento da Srª Ellen G. White, a doutrina dos Adventistas vem sofrendo modificações e aquilo que nos dias da Profetiza era "verdade", hoje não mais se consideram tal. Muitas de suas profecias são regeitadas até mesmo por seus sucessores e partes de suas edições, vem sendo atualizadas, com uma nova versão e ensino.

Hoje falarei sobre o que eu acho ser a mais absurda das falácias desta Religião que é o encontro de Adão com Jesus Cristo, patrocinado pelo adventismo. Publicado pela editora Casa Publicadora Brasileira, o livro trás como título em sua capa: A GRANDE ESPERANÇA. Este livro contém 11 capítulos, os quais são: (1) Porque existe o sofrimento? (2) Esperança de triunfo (3) Seduções perigosas (4) Vida para sempre (5) Falsa esperança (6) A paz verdadeira (7) Nossa única esperança (8) Em defesa da verdade (9) Esperança real (10) O grande resgate (11) A vitória do amor.

Dentre estes irei fazer uma análize e mostrar o quanto estão nécios quanto ao conhecimento da verdade.

Porque existe o sofrimento?

O livro começa por dizer que muitas pessoas por verem os resultados do mal, tais como a miséria e a desolação, questionam como pode existir esse "mal" no reino de um Deus, que é infinito, sabedoria, poder e amor. Então o livro conclui dizendo: "Aqueles que estão dispostos a duvidar, utilizam isso como desculpa para rejeitar os ensinos da Bíblia."

Diz ainda o livro: "A tradição e a interpretação errônea têm obscurecido o ensino da Bíblia sobre o caráter de Deus, a natureza de Seu governo e a maneira como Ele trata com o pecado."

Ora, no reino de Deus não há imperfeição alguma, sendo assim, o mal não reside neste reino que é santo. O reino da qual estas pessoas entendem não é o reino de Deus, pois seu reino é celestial. Para estas pessoas que o livro cita, tal reino é o que vemos hoje guiado por homens imperfeitos e que este é totalmente desaprovado por Deus. Segundo a Bíblia, "homem tem dominado homem para seu prejuízo".(Eclesiastes 8:9) A evidência deveria ser clara a todos. Os esforços do homem, de governar a si mesmo, independente de Deus, foram um horrível fracasso. Resultaram em grande sofrimento humano. O registro da história nos mostra que as palavras do profeta Jeremias são corretas:“Não é do homem que anda o dirigir o seu passo” — Jeremias 10:23.

 

Notemos que este livro não fez a mínima força de defender a posição errada destas pessoas quanto ao reino de Deus, não deixa esclarecido para elas que o reino de Deus é um reino celestial e não terreno. Talves se esqueceram das palavras de Jesus Cristo: “Meu reino não faz parte deste mundo. Se o meu reino fizesse parte deste mundo, meus assistentes teriam lutado . . . Mas, assim como é, o meu reino não é desta fonte.” — João 18:36.

Assim, visto que o reino que domina esta Terra não é o reino de Deus, é mais que lógico haver o mal. O sofrimento não vem da parte de Deus, mas sim daquele que governa na terra, Satanás, o Diabo.

De alguma forma milagrosa, Satanás certa vez mostrou a Jesus “todos os reinos do mundo e a glória deles”. Daí, ele prometeu a Jesus: “Todas estas coisas te darei, se te prostrares e me fizeres um ato de adoração.” (Mateus 4:8, 9; Lucas 4:5, 6) Pense nisso. Se o Diabo não fosse o governante desses reinos poderia ele ter tentado Jesus com essa oferta? Jesus não negou que todos esses governos do mundo pertencessem a Satanás. Certamente, Jesus teria feito isso se Satanás não fosse a verdadeira fonte de poder desses governos.

Naturalmente, Jeová é o Deus Todo-Poderoso, o Criador do maravilhoso Universo. (Revelação 4:11) No entanto, em nenhum lugar a Bíblia diz que Jeová Deus, ou Jesus Cristo, seja o governante deste mundo. De fato, Jesus se referiu especificamente a Satanás como “governante deste mundo”. (João 12:31; 14:30; 16:11) A Bíblia até mesmo fala de Satanás, o Diabo, como “deus deste sistema”. (2 Coríntios 4:3, 4) A respeito desse opositor, ou Satanás, o apóstolo João escreveu: “O mundo inteiro jaz no poder do iníquo.” — 1 João 5:19.

Em seguida o livro declara em tons bem claros que: "É impossível explicar a origem dos sofrimentos humanos de modo a dar a razão de sua existência".

Mas não é isso que a Bíblia nos diz. Ela na verdade, nos dá esclarecimento sobre a origem do sofrimento e a razão dele existir. Caso ela não nos informasse, tal imperfeição poderia ser dirigida a Deus.

Então, qual é a origem do sofrimento? Primeiramente, devemos saber o significado deste termo origem. Para este termo temos dois significados. (1) s.f. Primeira manifestação; começo, princípio. E (2) origem significa também de onde vêm tal coisa. Assim, origem pode ser também procedência, ou seja, de quem procede. Temos então duas explicações bíblicas sobre a origem do sofrimento, quando começou e de quem se originou.

Sabemos perfeitamente que de Deus não foi, pois Deus é perfeito e santo. Então, a fonte é de Satanás, ele é o originador ou a causa do sofrimento. Quanto ao início, na qual entendemos também como origem, sabemos que seu começo se deu com o primeiro casal humano, Adão e Eva. 

Assim, Satanás foi o originador do sofrimento e Adão e Eva foram os iniciantes a ter sofrimentos. Por meio destas três personalidades, o mundo sofre as conseqüências do pecado. Estes agiram deliberadamente, mostrando-se inimigos de Deus.

Estudando na Bíblia este assunto, torna-se impossível que um verdadeiro cristão venha a anunciar um futuro encontro de Adão com Jesus Cristo, e pior ainda, oferecer-lhe vida eterna num novo jardim do Éden. A seguir, passo para a doutrina dos adventistas, de que Adão se encontrará com Jesus Cristo e ganha seu prêmio, a vida eterna. 

No livro está registrado: "Quando os resgatados são recebidos na cidade de Deus, um exultante brado ecoa pelo ar. Adão e Jeus, o "segundo Adão", estão prestes a se encontrar. O Filho de Deus recebe o pai de nossa raça - o ser que Ele criou, que pecou, e por cujos pecados os sinais da cruxificação aparecem no corpo do Salvador. Quando Adão percebe os sinais dos pregos, lança-se em humilhação aos pés de Jesus. Mas o Salvador o levanta, convidando-o a contemplar de novo o paraíso do qual fora separado havia tanto tempo."

Se lermos a Bíblia de Gênesis à Apocalípse, jamais veremos o acima citado pelo livro adventista. Jamais vemos nela este encontro absurdo! Porque tal crença não tem base bíblica? Primeiramente porque colide diretamente com o que a Bíblia nos mostra sobre Adão. Ora, Adão pecou deliberadamente. O que significa pecar deliberadamente? Significa ter conhecimento de causa e mesmo assim não levar em consideração, rebelindo-se contra seu SENHOR.

Antes mesmo de Satanás enganar Eva, Deus deu uma ordem à Adão. Era uma ordem mesmo, não era só uma opinião ou uma simples censura. Era um mandamento e Adão deveria ter respeitado. Eva foi enganada diz a Bíblia, mas Adão não foi:“Porque Adão foi formado primeiro”, explica a Bíblia, “depois Eva. Também, Adão não foi enganado, mas a mulher foi totalmente enganada e veio a estar em transgressão”. 1 Timóteo 2:13, 14.

Nem Adão nem Eva, porém, se beneficiam do resgate. A Lei mosaica continha este princípio: “Não deveis aceitar nenhum resgate pela alma dum assassino que merece morrer.” (Números 35:31) Adão não foi enganado, de modo que seu pecado foi proposital, deliberado. (1 Timóteo 2:14) Equivalia ao assassinato de sua descendência, pois esta agora herdaria a imperfeição dele, vindo assim a estar sob a sentença de morte. Claramente, Adão merecia morrer, pois, como homem perfeito, escolhera voluntariamente desobedecer à lei de Deus. Seria contrário aos justos princípios de Jeová se ele aplicasse o resgate em favor de Adão. Pagar o salário pelo pecado de Adão, contudo, deveras aprovisiona a anulação da sentença de morte contra a prole de Adão! (Romanos 5:16) Em sentido legal, o poder destrutivo do pecado é cortado bem na fonte. O resgatador ‘prova a morte por todo o homem’, sofrendo as conseqüências do pecado por todos os filhos de Adão. — Hebreus 2:9; 2 Coríntios 5:21; 1 Pedro 2:24.

Para ilustrar: Imagine uma grande fábrica com centenas de empregados. Um administrador desonesto leva os negócios à falência; a fábrica fecha as portas. Centenas de pessoas estão agora desempregadas, sem poderem pagar as suas contas. Seus cônjuges, seus filhos e, sim, seus credores, todos sofrem por causa da corrupção de um único homem! Surge então um rico benfeitor que liquida a dívida da empresa e reabre a fábrica. A liquidação dessa única dívida, por sua vez, traz pleno alívio para os muitos empregados, para suas famílias e para os credores. Mas, será que o antigo administrador participa da nova prosperidade? Não, ele está na cadeia, e, portanto, permanentemente afastado de suas funções! Similarmente, a liquidação da única dívida de Adão traz benefícios a milhões de seus descendentes — mas não a Adão.

Será que Jeová não poderia simplesmente ter perdoado Adão e Eva? O perdão nunca foi uma opção nesse caso. Como humanos perfeitos, Adão e Eva decidiram de modo proposital rejeitar a soberania de Jeová em favor da liderança de Satanás. Não é de admirar que não tenha havido nenhum sinal de arrependimento da parte desses rebeldes. Contudo, quando uma pessoa pergunta por que Jeová não os perdoou, o que ela na realidade quer saber é por que Ele simplesmente não foi menos exigente e tolerou a existência do pecado e da rebelião. A resposta envolve uma qualidade essencial à própria natureza de Jeová: a sua santidade. — Êxodo 28:36; 39:30.

A Bíblia enfatiza a santidade de Jeová centenas de vezes. Mas, infelizmente, poucas pessoas neste mundo corrupto entendem essa qualidade. Jeová é limpo, puro e alheio a toda pecaminosidade. (Isaías 6:3; 59:2) Ele providenciou um meio de remir o pecado, eliminá-lo, mas não o tolerará para sempre. Se fosse da vontade de Jeová tolerar eternamente o pecado, não teríamos esperança para o futuro. (Provérbios 14:12) No seu devido tempo, Jeová restaurará toda a criação a um estado de santidade. Isso é certo, pois é a vontade do Deus Santo.

Notemos que este livro adventista de agora é uma seleção parcial da profetiza Ellen G. White! Então suas visões são falsas e o que este livro diz e o que os adventistas pregam nesta questão,é pura heresias. Continuando o livro diz: "O Salvador o leva à árvore da vida e pede-lhe que coma. Adão contempla uma multidão de sua família resgatada. Lança então sua coroa aos pés de Jesus e abraça o Salvador. Dedilha a harpa, e através do céu ecoa o cântico de triunfo: Digno é o Cordeiro, que foi morto".

Continue lendo → Adventistas - Parte 2