Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
Votação
Qual sua nota para este site?
Ótimo
Bom
Regular
Ruím
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (5010 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...



Últimas  Notícias


 

Seita ou Religião?

 

 


 

Valdir Camilo da Silva, Testemunha de Jeová, palestra sobre "Depressão". Assista aos vídeos:

Vídeo 1


 Vídeo 2

Vídeo 3

Último vídeo



 

Clique

site oficial das Testemunhas de Jeová está de cara nova

Juntamos nossos três sites oficiais num sóLeia mais sobre o novo formato. 


 

 foto

Clique↓
Um novo local para a sede mundial das Testemunhas de Jeová

Desde 1909, a sede está localizada em Brooklyn, Nova York. Por que estamos mudando para o norte do Estado de Nova York?


 

Clique↓

slogan


 

Clique ↓

slogan

 


 

DÚVIDAS?↓

contato

 

 


CLIQUE↓

Bíblia online

 

 


 

CLIQUE↓

ROLOS

 Matéria pronta! Sorriso Clique na imagem!

 


Como anda os Líderes evangélicos? Confira o vídeo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Últimas Notícias

Coréia do Sul

Em 25 de outubro de 2012, o Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas decidiu que a Coreia do Sul tem a obrigação . . .leia mais


 

Siclone

Em dezembro de 2012, o ciclone Evan causou destruição em Fiji e Samoa. Os escritórios das Testemunhas de Jeová nesses países estão coordenando a ajuda humanitária. Leia mais


 

Construções

Na Austrália, as Testemunhas de Jeová foram elogiadas por causa da excelente segurança em suas construções. Saiba mais


 

incêndios

Incêndios na Tasmânia

11 DE JANEIRO DE 2013 | AUSTRÁLIA

Temperaturas altíssimas nunca antes registradas provocaram incêndios na ilha-estado australiana da Tasmânia. Esses incêndios arrasaram o vilarejo de Dunalley . . . Veja mais . . . 


 

deslizamento

Na primeira semana de janeiro, fortes chuvas causaram enchentes e deslizamentos de terra no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, deixando mais de 3 mil desabrigados. As Testemunhas de Jeová relatam que . . . Leia mais

 


 



Total de visitas: 389033
Sua Religião
Sua Religião

A Religião é o meio de se prestar adoração a Deus. Todos nós sabemos que existem milhares de igrejas, e que cada uma delas afirmam serem a verdadeira igreja. Mas será que a sua religião é unida na mesma adoração por todas as igrejas espalhadas pelo globo terrestre? Caso seja, então são na verdade a igreja cristã verdadeira, pois Jesus predisse que sua Congregação estaria unida como o um só corpo. Assim sendo, o que identifica a verdadeira Igreja de Cristo?

A verdadeira adoração — a mesma em toda a parte

 

Variam de um lugar para outro as práticas de sua religião? Há uma religião que verdadeiramente seja a mesma em toda a parte?

SERÁ razoável pensar que, porque as pessoas vivem em diferentes continentes, sua adoração a Deus deve ser diferente? Será a diferença da cor da pele motivo para haver diferença no modo de a pessoa adorar a Deus? Deveria a língua que a pessoa fala influir na adoração verdadeira, ou deveria influir nela o contraste de costumes ou de vestimentas?

Considere tais perguntas à luz do que a Bíblia diz sobre Deus: “Ele mesmo dá a todos vida, e fôlego, e todas as coisas. E ele fez de um só homem toda nação dos homens, para morarem sobre a superfície inteira da terra, e decretou as épocas designadas e os limites fixos da morada dos homens, para buscarem a Deus.” — Atos 17:25-27.

Quão claro é que Jeová Deus provê as coisas para todos os humanos, sem considerar sua raça ou nacionalidade! Toda a humanidade descende do “um só homem” criado por Deus. Assim, não importa onde a pessoa viva, ou sob quais condições viva, a verdadeira adoração a Jeová não muda em virtude de quaisquer das condições naturais do homem.

Leis Fixas de Deus

Do mesmo modo, as leis físicas estabelecidas por Deus para governar o universo não mudam de um país para o outro. Tais leis são fixas. Todos os humanos, sem se considerar a sua raça ou nacionalidade, são influenciados similarmente por elas.

A gravidade, por exemplo, é universal. Há muito, a Bíblia já reconhecia a lei da gravidade, quando dizia a respeito de Deus: “Ele estende o norte sobre o vazio. Suspende a terra sobre o nada.” (Jó 26:7) A atração gravitacional do sol sobre a terra é um fator básico de ‘a terra ficar suspensa sobre o nada’. Em anos mais recentes, Sir Isaac Newton expressou a lei da gravidade em maiores pormenores. É uma imutável lei estabelecida por Deus. As fronteiras territoriais, ou a linguagem ou os costumes das pessoas não têm influência sobre ela.

De outro ponto de vista, qualquer pessoa em particular, em qualquer lugar determinado da terra, pode violar uma das leis naturais e sentir os efeitos adversos. Se comer demais, ficará doente. Se beber bebidas inebriantes de forma excessiva, certas leis naturais lhe dirão isso, sem se considerar sua nacionalidade ou a língua que fale. Há uma reação da qual ele não poderá escapar, porque as leis de Deus governam o assunto.

A mesma coisa acontece com as leis de Deus no tocante à nossa vida espiritual. Estas, também, aplicam-se em toda a terra. Provêm de Deus, e, assim, não mudam. E assim como no caso em que o homem viole uma das leis naturais fixas de Deus, ele se mete em dificuldades, assim também se dá com as leis sobre a adoração correta de Jeová. Viole uma delas, e, por fim, começará a sentir os efeitos adversos.

Proibição do Espiritismo

Tome, por exemplo, a lei de Deus que proíbe todas as formas de espiritismo. Sua Palavra diz: “Não se deve achar em ti alguém que faça seu filho ou sua filha passar pelo fogo, alguém que empregue a adivinhação, algum praticante de magia ou quem procure presságios, ou um feiticeiro, ou alguém que prenda outros com encantamento, ou alguém que vá consultar um médium espírita, ou um prognosticador profissional de eventos, ou alguém que consulte os mortos.” (Deu. 18:10-12) Esta lei se aplica a todos os servos de Deus em toda a parte da terra. E a violação da mesma por se meter no espiritismo só pode levar a efeitos adversos.

Por que se dá isto? Porque o espiritismo não provém de Deus mas Satanás, o Diabo, e seus demônios se acham por trás dele. O alvo destas forças espirituais iníquas é desencaminhar e tapear a humanidade, e é por meio de práticas espíritas que os demônios não raro têm êxito em fazer isto. Os demônios em realidade operam por meio de adivinhos, de médiuns espíritas e de pessoas desse tipo, e têm podido trazer muita doença mental e até mesmo doença física aos que se metem no espiritismo.

Quão valioso, portanto, é o conselho da Palavra de Deus, que condena as práticas espíritas! Tais práticas se acham incluídas entre os planos e as maquinações do Diabo, e a Bíblia insta conosco: Ficai “firmes contra as maquinações do Diabo; porque temos uma luta . . . contra as forças espirituais iníquas nos lugares celestiais.” (Efé. 6:11, 12) Assim, os verdadeiros adoradores em toda a parte tomarão posição firme contra o espiritismo. Em todo país da terra, a verdadeira religião não terá nada que ver com as práticas espíritas.

Todavia, o que verificamos que acontece com as religiões da cristandade? É a mesma a adoração de seus aderentes em toda a parte?

Não É Mesma em Toda a Parte

A revista Time de 14 de fevereiro de 1969 citou certo psicólogo como afirmando sobre o Brasil: “O Brasil é ostensivamente um país católico, mas não é realmente católico. Os ritos africanos foram trazidos pelos escravos, e o povo das classes baixas que praticam o espiritismo adotaram os santos católicos e alguns rituais católicos. Usam ícones [imagens] católicos para representar seus deuses africanos.

Sim, no Brasil é possível ser-se tanto católico-romano como espírita. Certo escritor menciona a maioria dos brasileiros como aderindo ao que ele chama de “síntese do catolicismo, africanismo e espiritismo”. A Igreja Católica aceita milhares e milhares de espíritas em seu rebanho, assim misturando a adoração demoníaca e outras práticas católicas. — Sal. 106:34-38; Gál. 5:19-21; Rev. 21:8.

No entanto, ao saber disto, muitos católicos em outros países latino-americanos e em toda a parte ficam horrorizados. Expressam-se como não entendendo como é que a Igreja Católica permite tais práticas espíritas em suas fileiras. Por certo, a adoração praticada pelos católicos não é a mesma em toda a parte. Como, então, poderia ser a adoração verdadeira?

Atitude Para com Touradas

Considere outro exemplo. As touradas em Lima, Peru, são uma das principais atrações em cada outubro, durante as celebrações religiosas do “Senhor dos milagres”. Certo jornal de Lima observou: “Desde 1946, durante vinte e um anos a celebração do Senhor dos milagres é feita de forma que o vencedor [da tourada] recebe o ‘escapulário’, que é considerado uma das mais importantes no mundo das touradas.”

O mundo das touradas está intimamente relacionado com a adoração católica. Toda praça de touros tem sua capela ou altar particular com seu santo católico. O toureiro ora quer ao santo padroeiro dos toureiros, a virgem de Soledad, quer a seu próprio santo particular, evocando sua proteção contra o touro. Daí, também, pode haver pouca dúvida de qual é a religião da maioria dos espectadores que aclamam loucamente o espetáculo — são católicos-romanos.

Não obstante, há muitos católicos que consideram as touradas como algo simplesmente cruel e bárbaro como de fato são. Podem ver como se opõem às instruções de Deus para o homem exercer o devido domínio sobre os animais inferiores. (Gên. 1:28) Com efeito, os países católicos da América do Sul estão divididos quanto à legalidade das touradas. Alguns as permitem; outros as proscreveram.

Assim, de um país para outro, as práticas e as atitudes religiosas dos católicos-romanos mudam. Acham-se divididos no que consideram ou aceitam como verdade em sua adoração. Não estão unidos na mesma mente sobre os assuntos. Isto pode ser dito também sobre as organizações religiosas protestantes que ensinam e praticam certas coisas em determinada área e algo diferente em outro lugar.

A Unidade Que Identifica a Verdadeira Adoração

A verdadeira adoração, por outro lado, é a mesma em toda a parte. Isto não quer dizer que todos os verdadeiros adoradores de Deus se vistam e comam da mesma forma, ou que sejam idênticos em outros costumes. Os costumes podem variar devido à localidade ou ambiente. Os paladares individuais, os gostos e desgostos, provocam mudanças periódicas. Mas, tais mudanças ou diferenças entre os verdadeiros adoradores não influem de forma alguma em seu apego comum às leis e aos ensinos de Deus, conforme se encontram na Bíblia.

Os verdadeiros adoradores em toda a parte seguem este conselho do apóstolo cristão, Paulo: “Exorto-vos agora, irmãos, por intermédio do nome do nosso Senhor Jesus Cristo, que todos faleis de acordo, e que não haja entre vós divisões, mas que estejais aptamente unidos na mesma mente e na mesma maneira de pensar.” (1 Cor. 1:10) Em que organização religiosa se evidencia atualmente em toda a parte esta igualdade de mente e de pensar?

Evidencia-se entre as testemunhas de Jeová. Entre elas só se permite uma espécie de religião. Esta é a religião da Bíblia. (João 4:23, 24) Não se pode ser testemunha de Jeová e, ao mesmo tempo, praticar o espiritismo. Nem a testemunha de Jeová desejaria vir a participar na celebração do “Senhor dos milagres” por entrar numa praça de touros.

Esta unidade entre as testemunhas de Jeová também se evidencia pela sua apreciação das normas morais elevadas de Deus em toda a parte. Sem se considerar o lugar em que more na terra, em parte alguma encontrará pessoas que permaneçam como parte da organização cristã das testemunhas de Jeová se praticarem a fornicação, o adultério e o homossexualismo. Até mesmo em países em que a poligamia e outros abusos são comuns, tais práticas antibíblicas têm de ser eliminadas das vidas das pessoas antes de se lhes permitir tornar-se parte da organização cristã.

Sim, as testemunhas de Jeová praticam em toda a parte a religião da Bíblia. Falam aos outros sobre ela, assim como Jesus Cristo fez e ordenou seus seguidores que fizessem. (Mat. 28:19, 20) Como resultado disso, muitas pessoas atualmente estão sendo ajudadas a por de lado suas práticas antibíblicas. E estão sendo ajudadas a se tornar parte de uma organização limpa que em toda a parte se acha unida na verdadeira adoração de Jeová Deus. Está interessado em servir a Deus junto com tal povo unido? Uma das testemunhas de Jeová se sentiria feliz de visitá-lo gratuitamente e ajudá-lo nesse sentido.

As pessoas em geral são ensinadas de que todas as religiões caminham em uma mesma direção, e que todas buscam o mesmo objetivo, Deus. Assim, apologistas alegam que em todas as religiões o crente tem a Deus. Mas esta visão dos apologistas é curta e muito escura, pois os fatos mostram que, se em todas as igrejas tem-se o mesmo Deus ou a mesma adoração verdadeira, então porque tantas igrejas são formadas e porque não há união de crenças e ensinos em todas elas?

                                            “A Tua Palavra É a Verdade”
                                                                                 São todas as religiões a mesma coisa?

“NOSSOS escritos sagrados nos ensinaram exatamente a mesma coisa. Com efeito, todas as religiões dizem a mesma coisa.” Tais são as observações que as testemunhas de Jeová ouvem com freqüência ao pregarem a mensagem da Bíblia a pessoas no Oriente. Por que será que tantas pessoas pensam assim? Basicamente, há três razões de o fazerem.

Primeira, afirma-se que, visto que a maioria das religiões advogam a boa moral, tem de ser essencialmente a mesma coisa e ter a aprovação de Deus. Segunda, o alvo de todas as religiões é o mesmo, segundo se crê. “Todos nós estamos tentando compreender a Deus”, afirmam muitos. Terceira, pensa-se que Deus deixou entregue ao homem decidir como este o compreenderá ou o adorará. O Bhagavad Gita hindu afirma: “Seja como for que os homens se cheguem a mim, assim mesmo eu os aceito; pois por todos os lados, seja qual for o caminho que escolham, ele é meu.” “Seja qual for a forma em que cada devoto procura adorar com fé — nessa forma apenas eu torno firme a sua fé.” Acham-se estas razões em harmonia com os fatos?

Notou que a primeira razão deixa fora o aspecto das crenças ou doutrinas? Simplesmente pretende que a boa moral é tudo que está envolvido na religião. Todavia, os fatos demonstram que aquilo em que a pessoa crê não raro determina se praticará a boa moral a que professa aderir. Sim, tem-se visto que as crenças ou doutrinas muitas vezes operarão contra a boa moral.

Por exemplo, em certos lugares se permite que muitas pessoas morram de fome. Embora haja disponíveis animais para alimento, não são usados. Por quê? A crença de que os animais são sagrados e são tão importantes como os humanos prepondera sobre o código moral que advoga o amor ao próximo. É óbvio que não basta pregar a boa moral. É preciso que haja um incentivo para as pessoas a praticarem.

Considere a asserção de que o alvo de todas as religiões é compreender Deus. Se isto for assim, então, por que há divisões e infindáveis disputas religiosas entre as várias seitas? Por que tem havido tantas guerras religiosas? Se têm o mesmo alvo, deveriam estar unidas. Ademais, os hindus almejam por fim atingir o nirvana, enquanto que os muçulmanos têm diferente alvo. A história também mostra que algumas religiões almejaram obter maior controle político e econômico sobre um país, antes que compreenderem ou chegarem a Deus. Evidentemente, todas as religiões não têm o mesmo alvo, será que têm?

A idéia de que Deus deixou entregue ao homem decidir como Ele deva ser compreendido ou adorado está sujeita a sérias dúvidas. Olhe ao redor de si e veja que Deus tem provido inúmeras coisas para tornar possível a vida humana na terra. É razoável concluir-se que Deus tenha provido toda necessidade do homem exceto sua necessidade espiritual, isto é, as coisas que têm que ver com a adoração a Deus? Manteria Deus de propósito o homem em trevas e o deixaria tatear na escuridão em busca de algo em que crer? Deus criou o homem com impulso de adorar. Se não proveu algo para satisfazer tal impulso, então, por que o colocou no homem? — Sal. 145:15, 16, 18.

Não, Deus não deixou entregue ao homem decidir como este deveria adorá-lo. Amorosamente proveu para o homem um registro escrito em que diz ao homem o que se exige deste e explica por quê. Tal registro escrito é a Bíblia Sagrada, que foi escrita no Oriente. Ao passo que outros escritos orientais contêm matéria amplamente especulativa, a Bíblia se acha escrita com lógica, apelando para o raciocínio do homem. Apresenta história cuidadosamente documentada quanto aos lugares e ao tempo. Está cheia de evidência de ser revelação divina da parte de um Autor celeste. A Bíblia não ensina as mesmas coisas que os livros sagrados de outras religiões.

A Bíblia explica que a perversidade começou quando uma criatura espiritual perfeita se rebelou contra Deus. Identifica-a como sendo Satanás, o Diabo, e o principal responsável pelos ais que assolam a humanidade hoje em dia. (Rev. 12:9, 12) A Bíblia não ensina, como o fazem várias religiões orientais, que toda perversidade existe porque Deus está representando certo drama por prazer. Nem afirma, que estamos representando as partes que Deus preparou de antemão para nós. Existe a perversidade porque Deus a permite por algum tempo. Tem permitido certo período de tempo para resolver certas questões que foram suscitadas pela rebelião de Satanás. (Jó 2:3-5) Também, todo humano está envolvido no assunto. Podemos decidir fazer o bem ou o mal. — Deu. 30:19, 20.

Outro ensino bíblico ímpar diz respeito ao reino celeste de Deus, que em breve destruirá todos os atuais governos mundanos. (Dan. 2:44) “Quer dizer”, alguém poderia perguntar, “que tais governos não são o reino de Deus?” Perguntam isso porque lhes foi ensinado que não há tal coisa como mal absoluto ou bem absoluto. Acham que algo pode ser bom ou mau, certo ou errado, tudo isso ao mesmo tempo.

A Bíblia, contudo, não ensina isto. Mostra que os males que afligem a humanidade serão eliminados pelo reino de Deus. Somente este tem sido dotado de poder por Deus para remover o Diabo, em cujo poder jaz o mundo inteiro. (1 João 5:19) Ao passo que a maioria dos escritos religiosos afirmam que o bem e o mal chegam em ciclos, a Bíblia revela que Deus estabeleceu um limite definido de tempo sobre a existência do mal. Quando tiver passado, eliminará a perversidade da terra. — Pro. 2:22; Sal. 37:10.

Sim, o originador da perversidade, da tristeza e da morte será eliminado. Todos os humanos que continuarem a apoiá-lo de qualquer forma serão destruídos. Está bem próximo o tempo de Deus tomar esta ação que trará felicidade. É vital que verifiquemos o que Deus exige de nós a fim de sobrevivermos a esse perigoso tempo de destruição. — Sof. 2:2, 3; Rev. 20:1-3; 21:3, 4.

A Bíblia destaca vez após vez que a única forma de os homens poderem obter a salvação eterna é por adorarem a Deus da forma que ele deseja. Isto exige que examinem criteriosamente o registro escrito que Deus tem fornecido ao homem, a saber, a Bíblia. Apenas por fazerem isto podem os homens verificar o que precisam fazer a fim de obterem o favor de Deus e a vida interminável em felicidade. Instamos com o leitor a que examine a Bíblia Sagrada, o único livro que contém evidência de que é a Palavra de Deus.